DataTables Totalmente no Server Side

Já abordei anteriormente o uso de DataTables com ASP.NET MVC aqui, mas agora vamos mostrar como utilizar o componente com todas as requisições sendo tratadas no servidor – paginação, busca e ordenação!

Continuar lendo

Anúncios

Formatacao na GridView e Highlight com Jquery

Fala galera!

Neste artigo vamos revisar como formatar uma GridView de acordo com um dado chave e como gerar um Highlight sem dores de cabeça.

Ferramentas que vamos usar:

  • C# 4.0
  • JQuery

Continuar lendo o artigo

Interagindo com itens do GridView

Enquanto mexia com PHP, eu fiquei meio longe do asp.net. Nesse meio tempo eu comecei a pensar em como interagir com itens de uma Grid. Digamos, por exemplo, como saber quais são os checks marcados, suas posições, etc.

Já que o projeto de PHP acabou, pude matar minha vida curiosidade e vou postar aqui o que fiz.

Veja só!

Oracle 10g Express e Ado.net

Fala galera!

Brincando com o C#, encontrei algumas dificuldades para conectar com o Oracle database express de casa.

Pesquisando em fontes nacionais e internacionais, achei a solução (metade numa parte, metade em outra). Resolvi compartilhar aqui no blog a “minha versão”.

Estou trabalhando com ASP.NET. Um simples web form, com um botão e uma label, para exibir o resultado.

Interface do aplicativo (falei que era simples)

Nota importante: Você vai precisar do namespace Oracle. Para que funcione, você precisa adicionar referência ao dito cujo.

Basta dar um clique com o botão direito sobre o projeto (pelo solution explorer) clicar em Add References (adicionar referências) e, na aba .net, escolha Oracle.DataAcess. Finalize com um OK.

É importante colocar os seguintes using na sua página:

using Oracle.DataAccess.Client;
using Oracle.DataAccess.Types;
using System.Text;

Sem isso, você não consegue instanciar as classes.

E abaixo, o código fonte. Ele fica no onClick do botão.

        //limpo a label de debug
        lblRead.Text = "";
        //string de conexão para oracle XE
        string connection = "Data Source=(DESCRIPTION=(ADDRESS_LIST=(ADDRESS=(PROTOCOL=TCP)" +
                            "(HOST=localhost)(PORT=1521)))(CONNECT_DATA=(SERVICE_NAME=xe)));" +
                            "User Id=MEU_USUARIO; Password=MINHA_SENHA";

        //crio o objeto de conexão, o parâmetro é minha string de conexão
        OracleConnection con = new OracleConnection(connection);

        //abro a conexão
        con.Open();
        //objeto de comando
        OracleCommand cmd = new OracleCommand();
        //frescura-bônus: string builder pode ser substituída por uma string normal,
        //                é útil quando se deseja construir comandos muito grandes
        StringBuilder sb = new StringBuilder();
        //construo o comando
        sb.Append("SELECT A.COD,A.NOME FROM CLIENTE A");
        //passo o comando (aqui poderia ser o comando diretamente)
        cmd.CommandText = sb.ToString();
        //informo que é do tipo texto
        cmd.CommandType = CommandType.Text;
        //a conexão do meu comando é o objeto con
        cmd.Connection = con;

        //crio meu leitor de dados
        OracleDataReader dr = cmd.ExecuteReader();

        //enquanto houver dados para ler...
        while (dr.Read())
        {
            //o nome entre [] é o nome da coluna
            lblRead.Text += dr["cod"] + " - " + dr["nome"] + "<br />";
        }

        //libero a memória ocupada pela conexão
        con.Dispose();

Fontes:

Até mais!