Regras de negócio: Aprenda ou aprenda

“… Eu entrei na faculdade para programar, mas hoje sei que existe muito mais do que escrever códigos.”

Falei isso quando o professor nos perguntou, um por um, o porquê de termos entrado na faculdade. E, sinceramente, é exatamente a minha realidade de hoje.

A muitos e muitos anos atrás (cerca de uns 6) eu acreditava que programadores faziam coisas encapetadas com milhões de linhas escritas no maldito compilador C. Ou C++, se o cara era bom.

Sempre achava o Delphi “coisa para os fracos”, afinal, “é só clicar e arrastar”, né? Né não.

Delphi, C#, Java, qualquer linguagem com uma IDE legal te permite acelerar a produção de código para alguns tipos de aplicações.

Por exemplo, faça a soma de dois números em C e em Delphi. O C e seu Dos é bem mais rápido e prático. Não que você não possa usar um console application no Delphi, mas não acredito que seja o objetivo de uma ferramenta RAD.

Entretando, para uma aplicação comercial, as RAD’s da vida facilitam mesmo. Com alguns cliques, cá está seu formulário de vendas. Pelo menos o visual.

Saiba  o QUE fazer, não COMO

Agora te pergunto, o que diabos a grid bonitinha que você zebrou e coloriu vai fazer? Vai mostrar quais colunas? O que vai acontecer quando clicar no botão de OK? E se o fdp o usuário fechar a tela no meio do procedimento?

Até ai, temos dificuldades, mas tudo tranquilo. É só programação. O problema de verdade é se você tiver que programar o estorno de uma venda. Você sabe o que é um estorno? O estorno do seu cliente vai funcionar daquela mesma maneira?

Regras de negócio são a parte mais difícil para softwares comerciais. Fazer conexão com banco de dados ou criar uma classe com métodos megazord (termo by Gustavo, companheiro de trabalho) são preocupações – mas você pode recorrer a um bom livro ou ao oráculo.

Já pra aprender as regras de negócio, você depende do cliente. Claro, sua experiência pode te ajudar, mas cada um é cada um. Óbvio que nosso amigo cliente vai nos ajudar, explicar tudo em detalhes para nós, com a maior paciência do mundo. #MeEnganaQueEuGosto

Aprender a perguntar

No computador, tudo funciona 8 ou 80. Ou passa energia, ou não. Talvez por isso seja mais fácil entender como um computador funciona do quê as pessoas.

O problema A coisa mais divertida é que os computadores são amigos só dos programadores (nem deles, às vezes) e, para fazermos um bom software, temos que ficar amigo do cliente!

Ô Fulano, sabe o formulário de vendas? Queria saber como funciona o sistema de estorno de vocês… O produto só volta para o estoque? Qué um histórico, alguma coisa diferente?

Seja legal com seu cliente. No final, ele paga seu salário. Se ele quer que o estorno tenha histórico, nome do funcionário que estornou, data, chave de segurança, temperatura ambiente e velocidade do vento, faça. Só verifique se o que ele quer é possível e cobre de acordo :P.

Na minha opinião de iniciante, o que mais toma tempo hoje é saber o que fazer. Como fazer chovem em livros, forums, etc.

Agora, quem pode te ajudar quando nem mesmo você sabe o que quer fazer?